7 de fev de 2011

As lágrimas que chorei, por Babi Leão

reflexão (nunk excruir)babi 1

O que está acontecendo? Será que só percebemos que a ficção pode virar realidade quando uma frase diz mais que um livro, ou melhor, quando um olhar diz mais que a boca? Será que percebi que um papel dobrado ocupa menos espaço no lixo do que se eu amassá-lo? O que estou dizendo? Eu tinha tudo para ficar em paz quando você chegou, mas será que ninguém reparou que eu quero mais é me perder nesses contrastes de movimentos e sorrisos? O que estou escrevendo? Mil palavras que podem ser tão atrativas quanto pisca-piscas que distraem as crianças e até mesmo alguns adultos com senso de humor. Será que estou escrevendo o amor?

Estou querendo a sedução de uma rosa vermelha, a simplicidade de uma margarida, o romantismo de um girassol. Quero também vinte balões coloridos só para soltá-los e vê-los subindo ao céu, e como uma namorada da natureza, deitar na grama e imaginar para onde iriam, quantas almas necessitadas eu alcançaria e na mão de que criança um deles iria estourar… Talvez na mão de uma que mora atrás das nuvens… Um Anjo? Ah… Deus gosta quando me alegro e acho graça.

Mas o que quero mesmo, de verdade em verdade, é ser aquele tipo de pessoa que sorri apesar de tudo e que faz de duas pequenas palavrinhas lindas para tear uma vida inteira.

O que estou fazendo? Parando de chorar dos olhos para fora, recolhendo as lágrimas, tornando-as em palavras que formam o que encontro e não o que procuro e acho. Será que todo mundo parou de pensar nas estrelas só porque o céu está nublado? Só sei que enquanto não as vejo, vou ficando como quem sonha.

“Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha” – Sl. 126

babi 2babi 3

http://babileaodeoliveira.blogspot.com/

“On the first page of our story/ The future seemed so bright/ But this thing turned out so evil/ I don’t know why I’m still surprised/ Even angels have their wicked escapes/ And you take that to new extremes/ But you’ll always be my hero/ Even though you lost your mind”

(Rihanna em “Love The Way You Lie – Pt. II”)

“Deve existir/ Eu sei que deve existir/ Algum lugar onde o amor/ Possa viver sua vida em paz/ E esquecido de que existe o amor/ Ser feliz, ser feliz, bem feliz”

(Vinicius de Moraes em “Em Algum Lugar”)

1 comentários:

Babi Leão disse...

É engraçado... Não sei porque acontece isso, mas eu nunca dou nada pro meu texto até ve-lo aqui. rsrsrs Ainda mais com o acompanhamento de “Love The Way You Lie" , "Em algum lugar" e essas imagens lindas! Ameeei eeei!