4 de abr de 2011

Esperança, por Caio Coletti

reflexão (nunk excruir)esperança 1

Não me peça para explicar. Mas certos dias são simplesmente a epítome do que pode acontecer de certo na nossa vida. Certos dias são luminosos, e iluminam as pessoas que escolhem vivê-lo da forma como sabem. Certos dias brilham entre os outros, com a intensidade de uma pedra preciosa entre grãos de areia. Em certos dias, a rotina é o bastante para me fazer abrir o mais largo dos sorrisos, nenhum problema de complicações eternas, nenhuma conta gigantesca, é capaz de me derrubar. Em certos dias, eu posso ser tudo, estar com todos, amar ao mundo todo, sem decepcionar a ninguém e sem me preocupar com nada.

De novo, não me pergunte por quê. Alguma luz, alguma dádiva, algum momento em que Deus olhou aqui para baixo e viu algo de certo, resolvendo conceder-nos um dia mais iluminado do que qualquer outro antes dele. Resolveu nos presentear com novas possibilidades, mas também gerar a dádiva de nos deixar em paz com tudo o que já está estabelecido na nossa vida. Resolveu nos dar o equilíbrio para viver na corda bamba, olhar para baixo e sorrir, porque sabemos que, ao menos hoje, não corremos perigo de cair. Hoje a bandeira é branca. Hoje é junção de ideais. Hoje é dia de sermos todos um, como se vivêssemos, de fato, em nossa própria utopia.

E quem é capaz de me contrariar? Posso estar vendo em lentes amarelas, luminosas, ou posso simplesmente estar vendo bem pela primeira vez na minha vida. Só sei que amo. De forma mais intensa do que jamais pude imaginar, e amo coisas e pessoas as quais nunca pensei me apegar. Só sei que cada Sol é uma surpresa, e cada dia é uma vida inteira. Pois se minha vida for um pedacinho, um mero pedacinho, do que foi hoje, posso descansar em paz, orgulhoso de mim mesmo. Porque hoje fui tudo o que posso, quero, e preciso ser. E da melhor forma que sei ser. Não é o bastante?

Talvez amanhã não seja. Mas hoje é. E posso aproveitar cada segundo como se fosse o último, e entender que o que vejo aqui, agora e, ainda mais importante, dentro de mim, é eterno, ao mesmo tempo que é fugaz. Uma oposição que é um milagre apenas por funcionar. Quer somos nós para não ter esperança? Tudo podemos. Exatamente como somos.

esperança 2esperança 3

Mas há algum tipo de coisa maior que todos podemos apreciar, e soa para mim que você não se importa de chamá-la de Deus. Mas quando você perdoa, você ama. E quando você ama, a luz de Deus brilha através de você”

(Ron Franz – Hal Holbrook, em “Na Natureza Selvagem”)

3 comentários:

Fabioc disse...

Gosto de mensagens de esperança quando elas equilibram o emocional e o racional. Felicidade é a forma como encaramos as coisas. Podemos ser felizes ao enfrentar um trânsito congestionado, por que não? Basta colocar sua música favorita, relaxar ou ligar para alguém. Quem sabe admirar a paisagem que por tantas vezes passamos distraídos?
Enfim, ser feliz é questão de ponto de vista. Quase tudo pode te levar à felicidade, você recebe várias oportunidades para encontrá-la, basta abrir os olhos.

Inspirador.

Luna disse...

Caio, que lindo!
Vc escreve mt bem =D
Gostei ^^

Babi Leão disse...

Não existe nada mais gostoso do que ver um texto seu, assim, lindo, doce, cheio de esperança... Porque eu sinto que no momento em que estava escrevendo você estava assim e consequentemente eu também fico assim! Lindo, lindo e lindo, acho que colocou dentro de mim a parte do "juntos somos melhores" que estava me faltando!
Beijos :*