18 de ago de 2011

iJunior #1 – Felicidade sabor meio-amargo

opinião ju 1

Estive pensando a respeito da procura que as pessoas levam pela felicidade, e através de uma pequena reflexão tomei por mim que a felicidade poderia ser comparada a um simples chocolate.

É normal ver pessoas se lamentando por estarem solitárias, carentes, ou sobre qualquer outro motivo que as faça acreditar que a felicidade não está com elas naquele momento. Mas, afinal, o que é a felicidade? Algo que todos desejam de forma intensa e como se fosse essencial; algo que faz pés saírem do chão e provoca quedas bruscas com seu fim; talvez o bem maior e mais valioso que alguém possa querer. Isso ao mesmo tempo em que muitas pessoas simplesmente não acreditam que ela possa existir, e que é apenas uma ilusão de algo do que corremos atrás a vida toda. Mas se pararmos para notar, a felicidade é algo momentâneo, que pode acontecer de momento em momento, mas nunca é plena, nunca é intensa o suficiente, nunca é completa. É como deliciar uma barra de chocolate, bloco por bloco, sem ao menos parar para pensar no momento ao qual irá acabar. Comemos um chocolate, curtindo segundo a segundo, e quando ele acaba, estamos apenas sem, mas isso não é motivo para drama algum, simplesmente acabou.

Mas o que é alguém sem felicidade? Uma alma vazia? Destruída? É assim que muitos se sentem. Ao invés de ir procurar a felicidade, muitos apenas param e esperam pela mesma, coisa que não fariam se a vontade fosse de comer um doce.

A dependência por chocolate e o vazio que é preenchido com seu consumo o torna um ícone exemplar sobre o que queremos quando nos referimos a respeito da felicidade. Esse sentimento da vitalidade, força pra viver. Mas que não mata se não existir.

O gostinho da felicidade é bem maior após a dor, bem maior com o sofrimento, com a luta. Felicidade pura, assim como chocolate, enjoa, cansa, perde seu valor. Mas pensando bem, a felicidade nunca é suficiente, o mais feliz sempre procurará por algo maior, ou seja, uma eterna busca pelo sabor perfeito.

junior opinião 1 junior opinião 2

“Happiness, more or less/ It’s just a change in me, something in my liberty/ Happiness, coming and going/ I watch you look at me, watch my fever growing/ I know just where I am”

(The Verve em “Lucky Man”)

0 comentários: