11 de abr de 2012

O estilo de uma diva: Dita von Teese.

image

por GuiAndroid
(TwitterTumblr)

Atriz, modelo e artista burlesca, ícone, diva, sex simbol, polêmica, símbolo da beleza feminina, estilista, pin up, ex de Marilyn Manson. Nascida Heather Reneé Sweet, Dita Von Teese é a prova viva de que o estilo e a identidade visual dos anos 40 e 50 não morreram. Dona de um estilo vintage e ao mesmo tempo sensual, Dita se faz uma das pessoas de mais estilo próprio de que já ouvi falar, e faz isso com muita propriedade. Artista burlesca renomada que renovou essa cultura nos Estados Unidos, é incompreendida em países como o nosso pelo esteriótipo de ser conhecida como stripper, não obstante, as pessoas tem uma visão errônea de uma artista que merece não só crédito, mas respeito por sua figura e personalidade singulares.

imageNo modo de se vestir de Dita está uma clara e clichê mensagem “o passado sempre será mais atraente que o presente”, portanto Dita Von Teese e seu estilo pin up nos atraem, por exemplo com um vestido mid (pouco abaixo dos joelhos), cabelo em ondas, milimetricamente comportado e maquiagem sempre perfeita, e eu digo, sempre mesmo. Saltinhos e bolsas simétricas, diamantes e esmeraldas, matizes de preto, vermelho, branco, azul e lilás, estampas simples e texturas clássicas. Talvez você esteja pensando “Dita é clássica, naturalmente ela faz isso para agradar a todos”, quase mas não, Dita Von Teese É o clássico, é fruto de uma herança perdida que são os anos 50, ver Dita é como se sentir na presença de um dos ícones que tanto adoramos como Marilyn Monroe, Elvis Presley e Elizabeth Taylor. Em outros tempos ela seria um ícone pop como qualquer outro, mas nos dias de hoje Dita é singular, é o que poucas pessoas querem mas não conseguem ser, única.

Seja em público ou nos palcos, ela consegue ser sensual mas jamais vulgar, ser doce mas jamais inocente, ser estilosa e jamais extravagante.

E seria errôneo dizer que Dita é fora de moda, dona de um estilo morto, pois o estilo de Dita pode ser encontrado em desfiles da Dior de John Galliano, na Bottega Veneta, Louis Vuitton de Marc Jacobs. Amada por Jean-Paul Gaultier onde Dita desfilou looks de sua coleção de Haute Couture (Alta-Costura) no verão de 2010.

E mesmo ao sair de casa para uma simples ida a aula de pilates, Dita estará sempre impecável. O que representa seu comprometimento com sua imagem pessoal, seu bom gosto, sua classe e elegância.

Classe e elegância, duas coisas que estão praticamente extintas mas que permanecem vivas em uma pessoa: Dita pode ser uma das últimas a carregar essa herança clássica dos anos de Ouro, mas para nossa sorte ela ainda está em seus 39 anos e tem muito tempo para ser continuar sendo única.

image

image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GuiAndroid escreve sobre moda no dia 11, e sobre TV e cinema no dia 27.

2 comentários:

Isabella disse...

Assim como Dita , você sempre é IMPECÁVEL em seus artigos Gui ! Nunca tinha lido nenhum artigo sobre o estilo da diva tão bom quanto este. Parabéns, amei mesmo.

GuiAndroid disse...

Awnnnnnnnn Isa muito obrigado meeeesmo. Você sempre me dá uma moral impressionante! Obrigado, mil vezes!