21 de mai de 2012

Billboard Music Awards 2012: Adele leva 12 troféus em premiação que mistura os gêneros.

por Caio Coletti
(TwitterTumblr)

Foi realizado ontem (dia 20) o Billboard Music Awards 2012, a segunda edição do prêmio que retornou em 2011, após 4 anos sem entrega de troféus. A cerimônia em Las Vegas consagrou, no espírito da maior parada musical do mundo, os artistas que tiveram melhor desempenho em diversas categorias no ano de 2011.

Entre os premiados, Adele levou uma dúzia das 18 indicações, entre elas Top Artist e Top Pop Album, para o 21, onde concorria contra si mesma. O Coldplay e seu Mylo Xyloto foram laureados 4 vezes, nas categorias de artista e álbum de rock e artista e álbum alternativos. A multiplicidade de gêneros continuou com “Party Rock Anthem”, do LMFAO, que levou Top Rap Song (?), Top Dance Song e Top Hot 100 Song, rendo responsável por três dos cinco troféus da dupla.

Por falar nisso, foi com uma performance do LMFAO que a noite foi aberta. RedFu e SkyBlu cantaram um medley de seus hits “Party Rock Anthem”, “Sexy and I Know It” e “Sorry For Party Rocking” (a performance pode ser vista aqui).

img-395165-kelly-clarkson-katy-perry-e-justin-bieber

A noite ainda teve Kelly Clarkson estreando o single novo, “Dark Side”, em performance um tanto intimista, mas vocalmente brilhante (aqui). Na concorrência pelo prêmio de Melhor Performance à-la-Michael-Jackson-sem-chegar-aos-pés-de-Michael-Jackson, vale dar mais crédito ao mentor Usher e seu elegante “Scream” (aqui) do que ao pupilo Justin Bieber e sua genérica-mas-bonitinha “Boyfriend” (aqui).

A tendência das boy bands também marcou presença com a fraquinha The Wanted cantando a música-tema do próximo Era do Gelo e a já conhecida “Glad You Came” (aqui). Teve também Chris Brown feat. playback com “Turn Up The Music” (aqui), Katy Perry – que infelizmente não parece gostar de usar o mesmo recurso – com “Wide Awake” (aqui) e a simpática Carly Rae Jepsen com, claro, “Call Me Maybe” (aqui).

Os dois destaques ficaram por conta de Carrie Underwood e sua garganta de aço cantando “Blown Away” e Nelly Furtando, inovadora e única como sempre, tentando levantar a bola de seu último single, “Big Hoops (Bigger The Better)”.

Por fim, a noite não seria completa sem um tributo a Whitney Houston, agraciada esse ano com o Millenium Award. A homenagem, apresentada pela atriz Whoopi Goldberg, contou com John Legend cantando “Greatest Love of All” e Jordin Sparks rendendo uma belíssima versão do clássico “I Will Always Love You”.

O momento é inevitavelmente comovente e, entre prêmios e performances contestáveis, é talvez aquele que será lembrado nos próximos anos.

0 comentários: