24 de set de 2012

AV#13: As novidades que não podem passar em branco.

craze

I Am Harlequin é o pseudônimo da cantora, compositora, multiinstrumentista e produtora Anne Freier. Pouco se sabe sobre a alemã que tem ganhado notável atenção na cena do eletropop indie desde que lançou Craze, seu primeiro EP, em Março último. “Something Else” é o segundo videoclipe extraído da coleção de estúdio, sevrindo como sucessor para a mais sombria "Craze", faixa-título. Aqui, o sabor é mais pop, apostando nos synths e em um refrão que vai se agarrar a sua memória na primeira audição.

“Come Into My Head” é o quinto single do Vows, álbum de estreia de Kimbra, a ganhar videoclipe, e o primeiro do relançamento americano da obra, garantido após a explosão da parceria da neo-zelandesa com Gotye em “Somebody That I Used to Know”. Na produção, como de praxe, passamos a conhecer mais uma face de Kimbra: a de performer calorosa e por vezes descontrolada. Na pele da interna de um hospício que coloca médico e equipe em pânico, a moça mostra porque é uma das melhores artistas a surgir em algum tempo.

Misha B é uma das artistas mais empolgantes a surgir nos últimos anos. A moça de 20 anos recém-completados em Fevereiro último não é dotada só de voz cheia de alma e apelo, o que foi posto a teste quando alcançou as semi-finais da oitava temporada do X Factor britânico, mas também de espírito destemido para passear entre gêneros e influências. Depois do meio-Motown, meio-hip hop, meio dubstep de "Home Run", o segundo single da moça aposta pesado no soul. O álbum de estreia segue sem data.

Álbum do momento:

The 2nd Law (Muse)

Ouvir um álbum do Muse é garantia infalível de uma apoteose musical. Nesse The 2nd Law eles abusam de tudo o que tem ou podem pensar em ter nas mãos. Sexto álbum de estúdio da banda britânica, o lançamento que vazou semanas antes da data oficial (28 de Setembro) e traz arranjos de cordas, guitarras furiosas, o vocalista Matt Bellamy em sua melhor forma e uma novidade: além dos ocasionais sintetizadores que já estavam presentes em The Resistance, agora o Muse decidiu se arriscar no dubstep. A primeira parte da faixa título dividida em dois capítulos, “The 2nd Law – Unsustainable”, é um clássico instantaneo do gênero. A ótima “Follow Me” também pega carona na tendência, e o Muse se mostra desenvolto no mundo da música eletrônica. "Save Me" e "Liquid State" são composições do guitarrista Christopher Wolstenholme, mostrando que o talento compositivo (e vocal, já que o moço assume também os microfones de Bellamy) não pàra em um só integrante da banda. Os destaques, no entando, ficam para o single "Madness" e a faixa de abertura, "Supremacy".

Dá pra ouvir o álbum todo em stream aqui.

Próximos lançamentos:

◘  28 de Setembro – See You on The Ice (Carice van Houten) – Ouça: "Emily".

◘ 02 de Outubro – I’m Right Here (Chris Rene) – Ouça: "Young Homie".
                              Ghost EP (Sky Ferreira) – Ouça: "Everything is Embarassing".
                              Who Needs Who (Dark Dark Dark) – Ouça: "How it Went Down".

Notas de rodapé:

◘ Kat DeLuna postou (semanas depois da estreia oficial, no site de Ryan Seacrest) o videoclipe de "Wanna See You Dance (La La La)" noYouTube. A canção é o carro chefe de sua nova fase, do álbum ViVa Out Loud, ainda sem data de estreia.

◘ Patrick Wolf fez cover de "Born to Die", de Lana Del Rey, e postou o resultado no YouTube. O álbum novo do moço se chama Sundark and Riverlight, e sai dia 15 de Outubro.

◘ Yuna fez vídeo para a nova versão do seu single “Live Your Life”, agora contando com a participação do rapper Teophilus London. O clipe (veja aqui) contem imagens da turnê promorcional que a cantora malaia fez para seu álbum de estreia auto-intitulado.

0 comentários: