12 de set de 2012

Você precisa conhecer: Dillon.

dillon

por Caio Coletti
(TwitterTumblr)

Dillon é uma verdadeira preciosidade: primeiro, por fazer música essencialmente instintiva em uma era de processos calculados; segundo porque, com essa tamanha sensibilidade e senso do moderno, é brasileira. Dominique Dillon de Byington mudou-se para a Alemanha aos 6 anos de idade, em 1994, mas manteve a nacionalidade tupiniquim para nos fazer orgulhosos 17 anos depois com o seu ótimo álbum de estréia, This Silence Kills, cujo carro chefe foi a pseudo-circense (e grudenta) “Tip Tapping”.

Suas letras não chegam a ser muito elaboradas, mas são dotadas de um sabor bastante sofisticado em seu minimalismo, e as melodias passeiam entre as bastante lineares (vide a faixa de encerramento, "Abrupt Clarity"), e as muito exigentes da boa extensão vocal de soprano da moça. A melhor faixa é "You Are My Winter", um equilibrio perfeito entre composição pop e abordagem independente. Os pianos recheados de ecos realçam refrão marcante.

Outro destaque é a inteligente “Thirteen Thirtyfive”, que ganhou performance ao vivo no Studio 8. “Your Flesh Against Mine”, escolhida como segundo single, se aproxima de sua antecessora, “Tip Tapping”, e ganhou videoclipe no mínimo intrigante. Agora é esperar a moça lançar mais material e crescer, como tem potencial para fazer, aos ouvidos do público indie.

0 comentários: