15 de nov de 2012

Estampas: história e tendências do verão.

Carlos Miele Runway Spring 2013 Mercedes Benz Uf8mmSFWC7flA animal print na NYFW 2013.

por Gabis Paganotto
(Twitter)

Esse mês vamos falar de uma coisa que é perigosa mas essêncial, as estampas.

Elas estão presentes na nossa vida todos os dias praticamente, não é mesmo? E se tornaram tão comuns como respirar, mas como tudo nessa vida em excesso faz mal, as estampas não são a exceção a essa regra.

Pra quem não sabe, existem dois tipo de estampas, as de tecelagem, que são produzidas junto com o tecido, e as estampas gráficas, que são colocadas por cima do tecido, podendo ele ser de qualquer tipo.

As estampas de tecelagem, são datadas de épocas históricas, do antigo Egito, 8.000 anos antes de cristo. Já as estampas por cima do tecido são bem mais modernas, surgindo no inicio do século XX.

Até hoje as estampas de tecelagem são consideradas mais trabalhosas, pois muitas vezes necessitam de direcionamentos e confecções manuais, são comuns em peças de alta costura. Atualmente Channel, e Jean Paul Gaultier são amantes dessas técnicas.

As estampas gráficas são maravilhosas, pois podem se formar no que desejarmos.

Podemos criar QUALQUER coisa - com bom gosto, claro.- e estampar na peça em que a tal estampa cair melhor.

Pra temporada do verão, duas estampas serão sucesso. As 'animal print' que já estão sendo usadas desde o finzinho do inverno, e que ficam ótimas em peças de cores cruas, e com caimento bem despojado. E umas velhas conhecidas dos amantes dos anos 70: as pscicodélicas. Essa última nós não veremos tanto em peças do dia a dia, será mais em peças de praia mesmo. Pras peças de dia a dia, os citricos com lavagem bem clarinha, ainda serão a tendência. Mês que vem vou ensinar a vocês a fazer um shortinho arco Iris, que une na mesma peça de jeans vários tons do citrico clarinho.

Espero que tenham gostado. Beijos e até mês que vem!

balancodia2-nopatio

Gabis Paganotto escreve todo dia 15.

0 comentários: