13 de dez de 2012

Review: Procura-se um amigo para o fim do mundo, de preferência com contato físico

Seeking - Final Poster

por Fernanda Martins
(TwitterTumblr)

São oito dias que nos distanciam do “tal fim do mundo” que muitos defendem e que poucos acreditam. No entanto, podemos considerar várias maneiras do mundo acabar, tanto física quanto psicologicamente. O filme Procura-se um amigo para o fim do mundo nos mostra de forma delicada, e muitas vezes até melancólica, aquilo que perdemos ou o que nem percebemos termos perdido no decorrer da evolução natural do ser humano, inserido no contexto da era digital.

O filme é de grande nostalgia; os personagens vivem sem apoio algum de tecnologias ou mídias. O fim do mundo está próximo e esta é a única certeza que eles têm. Uns preferem viver como sempre viveram, ignorando esse apocalipse, outros chegam até contratar pessoas para matar a si mesmo, pelo medo incerto da maneira que o fim do mundo irá matá-los. Outros, que é o caso dos dois personagens principais, interpretados por Steve Carrell (que também fez Amor a toda prova e Agente 86) e pela sempre magnífica Keira Knightley (de Orgulho e Preconceito e Piratas do Caribe), preferem aceitar que o fim do mundo está próximo e encontram um no outro uma maneira de reviver o contato físico, a compaixão e as coisas simples e que a vida oferecia a eles, mas que, de alguma maneira, eles acabaram esquecendo.

A obra de Lorene Scafaria mostra de uma forma leve, e em certos momentos dramáticos, um lado positivo do fim do mundo. Os personagens, na narrativa, se preocupam mais em ter alguém para passar o último dia de vida e poder recapitular tudo que foi deixado de lado, do que sentir medo do incerto fim do mundo. O contato direto com a pessoa, sem ser por uma tela de computador ou por um telefonema, é bem explorado no filme.

Confesso que há uma angústia, quando assistimos ao filme, em tentar acreditar que o fim do mundo poderia não chegar. A relação de afeto criada entre os dois é totalmente invejada. Em tempos da era digital o amor foi esquecido e o contato físico muito mais. A banalização de sentimentos é totalmente esquecida pela diretora, e, ao contrário disso, o afeto é totalmente desejável e verdadeiro.

AppleMark

Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo (Seeking a Friend for the End of the World, EUA/Singapura/Malásia/Indonésia, 2012)
Direção e roteiro: Lorene Scafaria.
Elenco: Steve Carell, Keira Knightley, Adam Brody.
101 minutos

0 comentários: