6 de dez de 2012

Top 05: Indicados ao Grammy 2013 que você precisa conhecer.

thumb

por Caio Coletti
(TwitterTumblr)

Revelados ontem (dia 06), os indicados ao Grammy 2013 provocaram polêmica entre os fãs de música pop por ignorarem uma série de artistas que fez muito barulho nas paradas de sucesso. Justin Bieber, Nicki Minaj, PSY, Lana Del Rey e até Madonna ficaram de fora. Injustiça ou não, a lista dos indicados para vencer o gramofone dourado tem também várias preciosidades que podem ter passado despercebidas com a torrente infindável de lançamentos pop desse ano (a lista completa pode ser conferida aqui). Mas a gente selecionou cinco pérolas não tão óbvias para vocês:

1ª posição – “Wrong Side of a Love Song” (Melanie Fiona)

Uma canadense filha de imigrantes guianeses é uma das vozes mais impressionantes do soul moderno. Melanie Fiona já tem dois Grammys no currículo, vencidos no ano passado, ambos pela colaboração com CeeLo Green em "Fool For You", e essa é sua segunda indicação solo. “Wrong Side of a Love Song” definitivamente tem o potencial para se tornar a primeira estatueta exclusivamente da moça de 29 anos que lançou o segundo álbum, The MF Life, em Março. Ela está indicada em Best Traditional R&B Performance.

2ª posição – “Run Boy Run” (Woodkid)

O francês Yoann Lemoine é primeiramente conhecido como o diretor de obras como o "Teenage Dream" de Katy Perry e o "Born to Die" de Lana Del Rey. O seu lado de músico indie, no entanto, ficou escondido até 2011, quando ele lançou o projeto Woodkid, encabeçado pelo single "Iron". O destaque, como não poderia deixar de ser, são os vídeos do moço, especialmente o indicado “Run Boy Run”, que concorre com Foster The People, Jay-Z & Kanye West, M.I.A. e Rihanna no prêmio de Best Short Form Music Video.

3ª posição – “Thinkin Bout You” (Frank Ocean)

Um dos cantores de R&B mais bem recebidos em muito tempo (ao lado de The Weeknd, que também estourou internacionalmente esse ano), Frank Ocean colocou a balada hermética de bela letra “Thinkin Bout You” no imaginário popular americano com uma facilidade assustadora. Os covers que explodem pelo YouTube comprovam a eficácia da canção, com destaque para essa linda versão gravada por Kiah Victoria em seu EP de estréia, Look Up. O cantor está indicado para Album of The Year e Record of The Year.

4ª posição – “Real Good Hands” (Gregory Porter)

O soul descompromissado de Gregory Porter, 31 anos, vocalista e compositor, chegou ao segundo álbum em 2012. O aclamado Be Good, quase todo escrito pelo cantor, lançou seu nome no círculo dos apreciadores do estilo com o single-título e esse deleite vintage em que Porter canta para o pai da garota que está apaixonado para não se preocupar ao entregar a filha em casamento. O americano de Los Angeles também fez parte do musical It Ain’t Nothing But The Blues. Está indicado a Best Traditional R&B Performance.

5ª posição – “I Want You” (Luke James)

Contrato assinado com a Mercury Records e prestes a lançar álbum de estreira, Luke James poderia passar por seu cantor de R&B moderno comum… se não fosse por aquela nota alta no refrão de “I Want You”. É o falsete (e ele faz ao vivo!) que impressiona na canção bem produzida e escrita do americano de Nova Orleans que já escreveu para Britney Spears e Justin Bieber. Quem procurar mais coisas do moço vai encontrar originalidade em "Mo' Better Blues". Está indicado a Best R&B Performance.

0 comentários: