10 de jan de 2013

Previsões para o Oscar 2013: Melhor Canção

Skyfall1

Saíram os indicados ao Oscar 2013! Pra quem ainda não viu a lista completa, dá uma olhada aqui. A cerimônia acontece no dia 24 de Fevereiro próximo, apresentada por Seth McFarlane, criador de Family Guy e roteirista e diretor do sucesso Ted.

Vamos começar a diversão? A melhor parte de qualquer temporada de premiações? Façam suas apostas! A gente elenca aqui as cinco indicadas a Melhor Canção Original, e as chances de cada uma levar a estatueta.

“Skyfall” – Adele

A indicação óbvia da categoria (e franca favorita para a vitória) é a canção composta por Adele e o produtor Paul Epworth para a última aventura de James Bond, 007 – Operação Skyfall. O histórico da pérola musical inclui indicação ao Critics Choice Awards, ao Globo de Ouro e ao Satellite Awards, todas premiações ainda a serem realizadas, além da vitória entre a associação de críticos de Las Vegas. A gente aqui do site é fã da forma como a cantora britânica resgatou o melodrama e a pureza do arranjo de cordas, fazendo da canção a melhor composição de um filme de James Bond em um bom tempo.

“Suddenly” – Hugh Jackman

Os compositores da versão teatral original, que estreou em 1980, da obra literária de Victor Hugo, juntaram-se à equipe do novo remake cinematográfico da história para criar uma canção original. “Suddenly” é uma balada cantada por um fragilizado Hugh Jackman sobre pianos delicados e arranjos sutis de cordas. Não é climática, mas é cuidadosamente (e corretamente) medida. Os Miseráveis, dessa vez sob o comando de Tom Hopper, ganhou outras sete indicações: Melhor Figurino, Melhor Maquiagem, Melhor Design de Produção, Melhor Mixagem de Som, Melhor Filme, Melhor Ator (Hugh Jackman) e Melhor Atriz Coadjuvante (Anne Hathaway).

“Pi’s Lullaby” – Mychael Danna

A explosão de indicações do compositor canadense Mychael Danna e a incontestável beleza dessa “Pi’s Lullaby”, cantada em indiano por Bombay Jayshree, o colocam como o segundo (ou terceiro, se você preferir o tradicionalismo de “Suddenly”) nessa categoria. É bastante característico da Academia, na verdade, dar o prêmio que poderia ser de uma grande estrela como Adele para um compositor como Danna, em sua primeira indicação apesar de trabalhos primorosos na filmografia. As Aventuras de Pi recebeu outras 10 indicações: Melhor Trilha-Sonora, Melhor Fotografia, Melhor Direção, Melhor Edição, Melhor Design de Produção, Melhor Edição de Som, Melhor Mixagem de Som, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado.

“Before My Time” – J. Ralph feat. Scarlett Johansson and Joshua Bell

O compositor nova-iorquino J. Ralph é conhecido por fazer trilhas para documentários como O Equilibrista e The Cove, ambos vencedores do Oscar em suas categorias. Agora ganha a primeira indicação ao prêmio pelo trabalho no filme de Jeff Orlowski que segue o fotógrafo James Balong, da National Geographic, enquanto ele registra as mudanças nas geleiras dos polos no espaço de um ano. “Before My Time” é uma pequena pérola folk cantada por Scarlett Johansson e Jushua Bell, mas só leva o prêmio se a Academia estiver determinada a surpreender (essa é a parte em que você, leitor, pode rir).

“Everybody Needs a Best Friend” – Norah Jones

O jazz à la Tony Bennet composto por Norah Jones para o filme Ted, criado, dirigido e estrelado pelo anfitrião do Oscar 2013, Seth McFarlane, garantiu que o fenômeno de bilheteria não passasse em branco pela cerimônia. A canção é um deleitezinho de ser ouvida, e dá vontade de ver o filme, especialmente o clipe ressaltando a parte doce da história engendrada por McFarlane. Com meio bilhão de dólares na bilheteria, Ted é o nono filme mais lucrativo do ano passado.

0 comentários: