10 de jan de 2013

Review: 30 Rock, 07x09 – Game Over

31

por Caio Coletti
(TwitterTumblr)

30 Rock está acabando. São mais três episódios que Tina Fey tem para encontrar uma conclusão para sete temporadas no ar. Sete anos que fizeram essa série uma das mais brilhantes comédias, obstinadamente fugindo do humor convencional e do sitcom, a estarem no ar na televisão americana. E este último ano tem sido absolutamente excepcional. Com o deadline bem definido (a série termina com um especial de uma hora de duração, no dia 31 de Janeiro), Tina tem feito o trabalho incrível de sempre na missão de embrulhar as histórias dos personagens que criou e dar a eles uma conclusão digna e definitiva, um final de arco de história. Algo que poucas séries, vamos concordar, realmente tiveram.

“Game Over” faz progresso no último grande plot de Jack (Alec Baldwin) para assumir o controle da poderosa Kabletown, empresa comandada por Hank Hooper (Ken Howard). Para isso, ele tem que convencê-lo, em seu aniversário de 70 anos, a não passar o bastão para a sua neta Kaylie (Chloe Moretz, naturalmente cínica). Dias antes da decisão final, o recurso encontrado por Jack é se unir a seu ex-nêmesis  executivo (e atual professor de spinning em uma academia – “isn’t that a gay cliche?”) Devon Banks (Will Arnett) e ao seu detetive particular de costume, Lenny Wosniak (Steve Buscemi). Paralelamente, a série mostra Liz na tentativa de um tratamento de hormônios para engravidar, e Tracy (Tracy Morgan) dirigindo um filme – estrelado por Octavia Spencer, ela própria.

A estratégia de trazer de volta personagens recorrentes desses sete anos funciona bem: o Devon de Arnett, sempre extremamente engraçado, faz mais uma aparição, falhando na tentativa de se reerguer através de Kaylie; o detetive de Buscemi, em uma performance cômica surpreendentemente brilhante, ganha uma reviravolta ao descobrir que sua verdadeira paixão é o cross-dressing; até Chris Parnell, o já icônico Dr. Leo Spaceman, ganha um “series wrap” para si próprio, sendo promovido a cirurgião chefe do governo (!). Para os personagens principais, esse é um episódio em que as coisas estão se movendo, mas não exatamente chegam a um lugar definido. Isso talvez esteja reservado para os próximos episódios.

30 Rock está gloriosamente caminhando para um final que vai deixar fãs, espectadores casuais e verdadeiros admiradores de uma boa narrativa muito satisfeitos. E muitos (me inclua nessa lista) órfãos de uma das comédias mais originais e inteligentes da última década.

30-Rock-Season-7-Episode-9-Game-Over-16

Próximo 30 Rock: 07x10 – Florida (17/01)

0 comentários: