13 de fev de 2013

Review: Girls, 02x05–One Man’s Trash

girls

por Andreas Lieber
(Tumblr)

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

Uma das melhores características de Girls é, sem dúvida, a capacidade de Lena Dunham escrever roteiros que, mesmo girando ao redor de um plot mais irreal, continuam se tornando extremamente reais ao público. Foi assim no último episódio, One Man’s Trash, onde Hannah vive um longo relacionamento em apenas dois dias. Quando Joshua – participação especial de Patrick Wilson – aparece no Grumpy para reclamar que estão usando o lixeiro da sua casa, que fica nas redondezas, para descartar os restos do café, ele recebe como resposta uma explosão grosseira de Ray (Alex Karpovsky) e desencadeia na consciência de Hannah uma noção do certo.

Criando coragem para contar a Joshua que na verdade era ela própria quem havia vindo usando seu lixeiro, Hannah se dirige a casa do moço e acaba por viver um romance rápido e adorável, embora não sem o familiar elemento awkward da série. Impressionada com o tamanho da casa e a gentileza de Joshua, que ela insiste em chamar de Josh, após ter lhe confessado o “crime”, Hannah acaba por ficar dois dias com ele e sofre uma catarse ao estilo clássico em sua cama.

Após vários beijos, sexo, refeições, jogos de pingue pongue, mais sexo e Hannah desmaiando no banheiro de Joshua após ficar muito tempo na sauna, ela percebe, enquanto chora, que tudo o que ela quer é ser feliz. Admitindo que, na verdade, ela é apenas como todo o resto do mundo, se diz cansada de tentar ter todas as experiências a que se propôs e de sentir tudo pelos outros. Em uma atuação comovente e brilhante de Lena Dunham, decobrimos que a inteligente e espirituosa Hannah também está atrás de, como ela diz, alguém que queira estar lá mesmo após sua morte.

Girls mostra mais uma vez a que veio, acrescentando à segunda temporada um episódio que combina com o tom mais íntimo que a série está ganhando; agora, mais do que nunca, ficamos sabendo o que as garotas realmente sentem e desejam, que as amizades são frágeis, mas poderosas e que, por mais fortes que sejamos, todos ainda queremos encontrar o conforto que o amor proporciona. E, falando nas garotas, sentimos falta delas nesse episódio guiado por Hannah (que fez melhor do que sua última tentativa no s01e06, The Return), e esperamos que elas também tenham realizações e catarses nos episódios seguintes.

4/5(****)

girls-one-mans-trash-lena-dunham

Próximo Girls: 02x06 – Boys (17/02)

1 comentários:

Rubens Rodrigues disse...

Ótimo episódio, porém o plot soou bem inverossímil até mesmo para Hannah. Teria funcionado perfeitamente como um curta, fora do contexto da série.