20 de fev de 2013

Review: Girls, 02x06 – Boys

Girls-Boys

por Andreas Lieber
(Tumblr)

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

Há quem siga a máxima de que toda mudança é bem vinda e necessária; outras pessoas, no entanto, preferem viver sob o regimento de que em time que está ganhando não se mexe. “Boys”, o sexto episódio da segunda temporada de Girls, nos entrega uma mistureba desses dois ditados e apresenta um episódio estranhamente mais amplo e deliciosamente random. A primeira mudança que temos nesse episódio é que Lena, pela primeira vez, não escreveu o roteiro, e sim Murray Miller (American Dad). A outra principal diferença é que… bem, como o título sugere, temos um enfoque bem maior nos garotos do que nas garotas dessa vez.

Trabalhando com um esquema de vários plots simultâneos, “Boys” inicia com talvez o mais repentino da série: John Cameron Mitchell, escritor norte-americano e admirado por Hannah, a “contrata” para escrever um e-book com uma deadline apertadíssima; enquanto isso, Ray descobre que Hannah deixou sua cópia de Mulherzinhas (o título um tanto quanto deplorável do romance Little Women, de Louisa May Alcott) na casa de Adam e, ao ir até lá para recuperá-lo, os dois embarcam em uma estranha jornada com o objetivo de devolver um cachorro roubado por Adam. Para completar a odisseia do episódio, temos uma Marnie iludida, uma Jessa deprimida e uma Shoshanna que deveria ter tido mais importância.

Enquanto Adam e Ray travam um início de amizade um tanto quanto inesperado, com várias revelações e um Adam que insiste em estar totalmente livre da influência de Hannah, Marnie acredita que é a namorada do artista Booth Jonathan que, na verdade, só a vê como uma diversão e, quando ele a pede pra ser a hostess de uma festa na sua casa, a verdade atinge Marnie de uma maneira avassaladora. Do outro lado da cidade Hannah luta com o seu aparente bloqueio criativo e sofre com o descaso de Marnie quanto a sua novidade, sendo vítima de uma Jessa incrívelmente dura que diz que nada, nada, do que qualquer um pode fazer jamais vai importar algo.

Em um episódio que, apesar de um tanto aleatório, apresenta a característica resiliente da série de ser brutalmente real e dura sobre a vida, Girls vai se encaminhando para um final de temporada bem mais triste do que o da primeira. Em uma ligação tristemente agridoce entre Marnie e Hannah, em que nenhuma das duas admite a verdadeira tristeza e nervosismo, a amizade delas permanece pendurada por um fio e ainda encontramos um Ray dolorosamente aberto ao final do episódio conversando com o cachorro (não retornado, by the way!), admitindo que sua vida é um caos muito bem orquestrado por detrás da sua máscara de sarcasmo. Girls nos entrega um episódio triste, que anseia e anda pelos meandros de uma catarse coletiva muito parecida com a que Hannah sofreu no episódio passado, “One Man’s Trash”, e mostra que nossos protagonistas amam estar em controle de suas vidas, mesmo quando tudo está indo ladeira abaixo.

***(3,5/5)

o-GIRLS-SEASON-2-EPISODE-6-570

Próximo Girls: 02x07 –  Video Games (24/02)

0 comentários: