2 de fev de 2013

Review: Person of Interest, 02x13 – Dead Reckoning

Person of Interest

por Caio Coletti
(TwitterTumblr)

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

A forma como Person of Interest estrutura sua mitologia é absolutamente exemplar. Poucas séries de televisão hoje em dia almejam uma história maior que aos poucos se revela, e quase nenhuma passa por esse processo com tanta habilidade quanto Person. À melhor moda de séries como Arquivo X e Lost, essa série tem guardado para alguns episódios chaves as revelações mais importantes, e gastado seu tempo restante com boa condução de tramas criativas e excelente desenvolvimento dos personagens (a conexão do espectador com eles é, e qualquer escritor de TV pode te dizer isso, o que faz a audiência se manter ligada com o correr dos capítulos). “Dead Reckoning” é uma peça brilhante de televisão, mas só funciona tão bem porque estamos dispostos a passar por cima de alguns clichês por Finch, Reese e cia. 

Depois da reviravolta do último episódio, uma peça brilhante de aprofundamento de personagem e uma primeira parte digna para uma storyline importante para a mitologia da série, “Dead Reckoning”, 13ª entrada dessa segunda temporada da série, mostra Reese como refém de sua ex-parceira de CIA, Cara (Annie Parisse). O plano da moça com o sequestro começa a ficar claro quando ela faz ele e Mark Snow (Michael Kelly), ex-chefe dos dois na agência e segundo refém, invadirem uma instalação do governo em um prédio de escritórios. Como Finch descobre com as pistas deixadas por Reese, trata-se de um departamento que está secretamente desenvolvendo armas virtuais, vírus e malwares, para atacar países inimigos.

O roteiro de Erik Mountain, em sua quarta incursão na série, não tem pudores de casar uma narrativa importante para o arco geral da série com um tema isolado que é bastante clichê, especialmente se comparado ao do episódio predecessor. “Dead Reckoning” é basicamente, como o nome já deixa claro, um episódio um tanto maniqueista: somos levados a concordar que Reese passou por uma mudança significativa de princípios desde que começou a trabalhar com Finch, e que seus acólitos na desventura terrorista do episódio, por outro lado, lidam com o seu passado de forma talvez até amarga e vingativa. O golpe de mestre temático fica para a cena final, quando ficamos sabendo que há mais de uma pessoa tentando “se redimir” no relacionamento entre Reese e Finch.

Esse é o terceiro cliffhanger em três episódios de Person of Interest, embora o de “Dead Reckoning” provavelmente vá ser resolvido só no season finale ou até mesmo umas temporadas a frente na série. Por enquanto, ficamos com um episódio feito nas medidas perfeitas do melhor de Person, e somos deixados querendo mais. Missão cumprida.

***** (4,5/5)

Person of Interest

Próximo Person of Interest: 02x14 – One Percent (07/02)

0 comentários: