28 de mar de 2013

Review: Bates Motel, 01x02–Nice Town You Picked, Norma

bates_motel_102

por Andreas Lieber
(Tumblr)

ATENÇÃO: esse review contem spoilers

Dando continuidade à história do jovem Norman Bates e de sua mãe que nos foi apresentada em uma das estreias mais interessantes da temporada, Bates Motel chega com o seu segundo episódio, “Nice Town You Picked, Norma”, com a difícil missão de explicar para o público como eles conseguirão fazer uma história já contada em filme se transformar em uma trama de longa duração. Se não respondida a pergunta nesse começo de série, pelo menos nota-se no enredo a preocupação dos roteiristas com esse fato que, sem dúvidas, é uma das grandes questões do público.

Enquanto Norma tenta apaziguar a situação com a polícia local quanto ao paradeiro do ex-proprietário do motel, seu filho quase que renegado, Dylan (Max Thieriot), aparece sem aviso para ficar e já começa causando confusão na relação de Norma e Norman. Por falar em Norman, este se aproxima de Emma, a moça do high school que possui fibrose cística, uma doença que a impede de respirar direito. Enquando as histórias se entrelaçam, Norman compartilha o segredo do caderninho de mangá sadomasô que ele encontrou em um dos quartos do motel com Emma, que tem uma reação bem mais usual para um adolescente do século XXI, e se joga na internet a procura de um significado.

Enquanto alguns plots se insinuam pela trama do episódio, como o pai de Bradley entrando em coma após ter sido vítima de um incêndio criminoso, Norma descobre que a ídilica White Pine Bay não é assim tão idílica, apesar de tudo. Deixando claro que as pessoas da cidade têm os seus próprios métodos para não só ganhar dinheiro, mas também resolver os problemas internos, Norman e Emma vivenciam a prova viva disso ao cairem acidentalmente em uma plantação de maconha enquanto procuravam a veracidade da história encontrada por Emma no caderninho: a cidade, e muito provavelmente o hotel, fazem parte de uma organização de venda de moças japonesas para a escravidão sexual.

Bates Motel nos entrega um episódio intrigante, que abre um amplo leque de possibilidades… os roteiristas irão se aventurar pelo ousado caminho incestuoso entre Norman e Norma? Todos nós já sabemos que o garoto possui uma obsessão com a mãe. Ou a própria cidade irá cuidar das investidas pela floresta de Norma e Emma? Todos ficamos com uma sensação de que a personagem de Olivia Cooke não vai durar muito tempo na série. Ainda parece que Bates Motel flutua entre duas décadas diferentes, e isso causa certo estranhamento, mas a mesma vai se equilibrando em bases sólidas do suspense pouco-a-pouco até decidir qual direção irá tomar.

4/5(****)

tumblr_mkdb7jlUop1ro2oibo1_500

Próximo Bates Motel: 01x03 – What’s Wrong With Norman (01/04)

0 comentários: