8 de mar de 2013

Review: Person of Interest, 02x17 – Proteus

"Proteus" -- Finch (Michael Emerson, left) uses his tech savvy to help Reese (Jim Caviezel, right) and an FBI agent track a killer on PERSON OF INTEREST, Thursday, March 7 (9:00-10:00 PM ET/PT) on the CBS Television Network. Photo: Giovanni Rufino/CBS ©2013 CBS Broadcasting, Inc. All Rights Reserved.

por Caio Coletti
(TwitterTumblr)

Está se tornando cada vez mais claro, conforme a série progride, que as duas peças mais fundamentais e inabaláveis que sustentam Person of Interest nos momentos de jogar com tramas isoladas no meio das temporadas são Michael Emerson e Taraji P. Henson. Talvez seja alguma injustiça com Jim Caviezel, que faz um trabalho consideravelmente bom como Mr. Reese sempre, mas sua história pessoal está tão conectada ao arco de história mais amplo da série que fica difícil lhe dar algo realmente bom pra fazer em momentos isolados. “Booked Solid”, alguns episódios atrás, fez isso bastante bem. Em “Proteus”, ele volta a ser o elo mais fraco de uma corrente bem urdida.

Emerson e Henson, por suas vezes, fazem trabalhos espetaculares que brilham em momentos diversos perfeitamente escritos para seus personagens. Vamos primeiro deixar clara a trama: a máquina dá a Mr. Reese e Mr. Finch seis números distintos espalhados pelos EUA, e os dois acabam rastreando o último dos números, o único ainda não dado como desaparecido até uma ilha na região de Manhattan. Suspeitando de que se trata de um serial killer que assume a identidade de sua última vítima, eles acabam presos em uma delegacia de policia local, com uma tempestade do lado de fora e seis suspeitos do lado de dentro. Mr. Reese está se passando por um US Marshall. Mr. Finch, por um caçador de tempestades. E o assassino está fingindo ser um dos seis cidadãos ali reunidos.

Trata-se de uma jogada incrível, dessas que Person parece ter infinitas guardadas na manga, que subverte a estrutura da série e nos dá constantemente o inesperado. Emerson encontra um momento de brilhantismo ao nos lembrar de que sabe como ser vulnerável também, se vendo encurralado pelo assassino, que parece decidido a fazer dele sua próxima vítima. A expressão de terror do ator é fantástica. Henson, por sua vez, tem a oportunidade de desenvolver o relacionamento de sua Carter com Cal Beecham, com quem ela tem saído. Para quem lembra dos últimos episódios, a moça descobriu que o atual namoradinho tem uma investigação de corrupção policial nas costas. É interessante como Person joga com o tema da confiança, recorrente em seus episódios, e também um deleite observar Taraji no topo de seu jogo.

Como se trata de um episódio que está se aproximando do final da temporada, a série cumpre sua obrigação ao nos lembrar de um elemento de episódios anteriores que vai ser importante no vindouro finale. Nem tão sutilmente, mas bastante eficientemente (como quase tudo que faz), Person nos faz tomar o fôlego para mais um final que vai tirá-lo completamente.

***** (4,5/4)

Próximo Person of Interest: 02x18 – All In (14/03/2013)

0 comentários: