25 de mar de 2013

Você precisa conhecer: Misun

521959_10150974538266877_1640253975_n

por Caio Coletti
(TwitterTumblr)

É muito difícil encontrar duas músicas parecidas do Misun. E o espírito destemido de passear entre gêneros e referências torna o trio de Washington DC formado por um instrumentista, uma vocalista e um produtor (ninguem nunca pensou nisso antes?) uma das novas bandas mais promissoras do ano até agora. O projeto leva o primeiro nome da vocalista, a charmosíssima Misun Wojcik, e já anunciou que tem como prioridade a gravação de um álbum de estreia ainda para esse ano.

Enquanto a gravação oficial não sai, dá pra ouvir as seis faixas do último EP, o The Sea, que valeu a banda o rótulo de “aquawave”. Em alguns momentos influenciado pelo soul, em outros pelo eletrônico indie, passando inclusive por uma sonoridade à la Asteroids Galaxy Tour, o Misun é daquelas bandas que está no caminho para criar um som que é só seu.

Em entrevista ao site britânico de música indie DIY, o trio completado por William Devon e pelo produtor Nacey, o Misun contou a história de sua formação: os dois moços eram DJs em um bar de Washington em que a vocalista trabalhava como garçonete. Ao perceberem que os três trabalhavam em músicas guiadas pelas mesmas referências de gosto, os três resolveram que trabalhar juntos não seria má ideia.

Além do EP, o Misun lançou também três faixas avulsas. “Battlefields” soa como se o Asteroid Galaxy Tour tivesse sido chamado por Tarantino para fazer a trilha de Django Livre; “Darkroom” tem pegada rock; e a mais nova, “Promise Me”, pega a veia eletrônica do grupo com mais força. Três faces das muitas que o Misun ainda tem para nos mostrar.

Ah, e aproveitem que por enquanto tudo isso está disponível para download gratuito nos links aí embaixo:

0 comentários: