16 de abr de 2013

Review: Parks and Recreation, 05x17 – Patridge/05x18 – Animal Control

50837

por Sâmela Silva
(Twitter - Who's Thanny?)

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

É difícil achar algo para se reclamar em Parks. Apesar de a série não ter ousado muito em sua quinta temporada, continua cumprindo seu propósito com maestria, investindo em desenvolvimento de personagens e buscando dar destaque, mesmo que pequeno, para cada parte de um grupo que já provou funcionar de qualquer maneira.

Em “Partridge” a trama resolveu apostar em Leslie e Ben. Prestes a ganhar a chave de sua cidade-natal, onde fora prefeito, Wyatt se dirige à Partridge, esperando que as pessoas do lugar o tivessem perdoado por ter falido a cidade durante seu mandato. Aqui temos a ótima participação de J.K. Simmons como o atual prefeito que busca maior aprovação dos habitantes e investidas cômicas baseadas em Ben drogado (após achar que estava dando à luz). A falsa cerimônia que seria para Wyatt foi um bom motivo para que ele fizesse as pazes com seu passado e se focasse no presente, com Leslie em Pawnee.

E em um mais claro exemplo de desenvolvimento foi entre Ann e Chris, ainda metidos no drama de seu futuro bebê. Após perceberem que são incompatíveis em quase todas as formas, um certo desespero toma conta do provavelmente-futuro-casal até que entendimento sobre suas verdadeiras responsabilidades para com seu filho se faz presente. Além de render divertidas cenas com suas diferenças, Chris e Ann parecem estar se firmando de volta na série depois de tanto tempo passado como "avulsos".

52506

“Animal Control”, porém, decidiu se firmar num dos maiores trunfos de Parks: Ron Swanson. Este, que tivera seus momentos de glória no episódio anterior, roubou os holofotes para si ao pegar um resfriado. Relutou o máximo que pôde até ir ao hospital, e não só foi o maior alívio cômico da semana como voltou a soltar suas sensacionais frases. E quem imaginaria que uma banana pudesse ser usada de forma tão brilhante numa comédia?

O que deveria ter sido o maior problema do episódio é o caos no Controle de Animais da cidade. Leslie "Boring" Knope tenta socorrer o lugar, e começa a procurar um novo diretor para ele, apenas para se decepcionar com os candidatos. Jerry foi usado muito bem, e Andy, metido junto com Ben e Tom numa tentativa de conseguir doações para a Fundação Sweetums, agraciou-nos com a definição do "banho Dwyer". Donna fez graça com o mínimo tempo em cena, Chris e seu pé machucado foram uma boa sacada e April mostrou seu crescimento ao longo das temporadas, além de ter sido promovida por sua ótima ideia para salvar o Controle de Animais.

Pois é, pode faltar inovação, mas criatividade para arrancar risos de seu público é algo que os roteiristas de Parks têm de sobra. Referenciando filmes, apostando em piadas que parecem batidas mas ainda tem a mesma graça de antes (Jerry será engraçado para todo o sempre) e deixando seus personagens seguirem seu curso, o deleite em assistir tal consistência numa comédia atual é enorme. Pelo menos é uma que a NBC ainda não deixou de cuidar, ao contrário da anteriormente incrível Community. E que continue assim por muito tempo.

52507

Próximo Parks and Recreation: 05x19 – Article Two (18/04)

0 comentários: