5 de abr de 2013

Review: Person of Interest, 02x19 – Trojan Horse

627

por Caio Coletti
(TwitterTumblr)

Person of Interest anda se tornando um pouco mal-acostumada a tolerar os próprios vícios ruins. Em certo ponto de “Trojan Horse” (que não é, fique claro, um episódio ruim), a redundância óbvia de alguns diálogos entre Reese e Finch no decorrer da missão da semana se torna algo realmente irritante. Não é difícil de entender que a série precisa de um pouco disso para preencher os momentos vazios e explicar os meandros mais complicados, mas as frases de efeitos baratas e insistência em oralizar a informação que o espectador já apreendeu da própria cena dão nos nervos quando usados em uma dose cavalar. Isso sem contar que esse excesso de informação confunde o espectador.

A trama principal da noite é uma das menos interessantes que Person teve nessa temporada: Reese e Finch estão no encalço de uma mulher de negócios que vem investigando a morte de um ex-empregado da empresa em que trabalha, suspeitando que o moço pudesse ser um espião. Quando ela passa a informação que conseguiu para o seu chefe, no entanto, não passa muito tempo até que ela tenha evidências plantadas na memória de seu computador e seja demitida sem nenhuma cerimônia. O roteiro de Dan Dietz, que fez um trabalho tão interessante em “2PiR”, algumas semanas atrás, tenta incrementar a premissa com pitadas de espionagem internacional e inclusive a entrelaçando com uma trama maior da série (de forma um tanto confusa, aliás).

Mas tudo bem, nós entendemos que o final da temporada está chegando e não custa nada aumentar um pouco a tensão das coisas. No entanto, dessa vez a coisa funciona muito melhor no lado dos policiais do que no dos protagonistas. Carter pede ajuda para Fusco para descobrir se Beecham está ou não envolvido na prisão e morte de um detetive injustamente acusado de corrupção. A complexa rede de interesses e relações que se estabelece nesse lado da trama é extremamente bem conduzido e não subestima a inteligência do espectador, além de contar com ótimas atuações (como sempre) de Taraji Henson e Kevin Chapman.

Outro elemento bem vindo é o retorno da Agente Shaw da eficiente Sarah Shahi. A personagem mostra sua serventia na trama maior da série ao tomar nas suas mãos uma das ameaças que aparentemente vão atacar Reese, Finch, Carter e Fusco de todos os lados no final da temporada. E é bom esse finale ser bom o bastante para valer a pena passar por alguns episódios regulares como esse.

**** (3/5)

Próximo Person of Interest: 02x20 – In Extremis (18/04)

0 comentários: