7 de mai de 2013

Os looks mais punk do MET Ball

1

poe Isabela Bez
(@isabelabez)

A festa do ano finalmente aconteceu. O Met Ball, gala que ocorre anualmente nas escadarias do próprio museu, é o reflexo da evolução da nossa sociedade, e nunca falha em estabelecer tendências através de seus convidados influentes. O tema da vez foi “Punk: Chaos to Couture”, o qual pode ter imensos significados e referências, tornando o baile ainda mais interessante. Dentro do Met, não importa muito quem você é ou o que faz, mas sim o que você está usando.

Segundo Ricardo Tisci, diretor criativo da Givenchy, o punk é sobre não seguir a multidão, mas sim rebelar-se contra ela. Dentro da moda, não é muito diferente: o objetivo é provocar. Foi assim que os convidados mostraram outra personalidade na noite. Ainda que algumas celebridades tenham ficado em sua zona de conforto, outras foram ao extremo e montaram looks interessantes e nada óbvios. Deixando de lado a beleza instantânea, os melhores looks foram os que mais tinham a história do punk neles.

Esse foi o caso de Miley Cyrus. Ela entendeu o tema, e conseguiu demonstrar isso no tapete vermelho. O que é mais punk do que um moicano, um brinco de alfinete e um vestido Marc Jacobs? Pois é, nada.

Anne Hathaway não fez diferente. Ela tentou levar o “caos à alta-costura” ao extremo, e até pintou seu cabelo de loiro platinado. Além disso, usou um vintage Valentino de 1992 com unhas e maquiagem que não combinavam. Gwen Stefani foi uma das únicas que escolheu um vestido atual que se adaptasse ao tema. De Maison Martin Margiela, ela arrasou com uma franja imensa de lado e batom vermelho. Rooney Mara foi provavelmente uma das mais bem vestidas da noite com um Givenchy branco de tirar o fôlego, e batom vinho.

2

Usando spikes no look como Sid Vicious do Sex Pistols, Cara Delevingne usou um vestido Burberry feito especialmente para ela. Sienna Miller e seu namorado também estavam de Burberry, e ela complementou o look com uma jaqueta de couro, enquanto ele, Tom Sturridge, colocou alfinetes em sua camisa.

3 (1)

Segundo Paul Simonon, da banda The Clash, pink é a cor do punk. Essa velha frase inspirou Kate Bosworth, que usou um maravilhoso Balmain fresquinho da passarela. Cameron Diaz e Anna Wintour também seguiram a dica, e foram de Stella Mccartney e Chanel, respectivamente. Deixando o punk um pouco de lado, nossa querida Gisele e a modelo Anja Rubik arrasaram de cabelo de lado e vestidos curtinhos do Anthony Vaccarello. Mas quando se é magra, alta e maravilhosa, não precisa de muito, não é? Detalhe: é a primeira aparição de Gisele depois de dar à luz Vivian.

4

0 comentários: