4 de jun de 2013

Review: Family Tree, 01x03 – The Austerity Games

episode-03-1024

por Andreas Lieber

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

Assistir The Family Tree é como mergulhar na sua própria caixa de quinquilharias familiares. Enquanto acompanhamos a jornada de Tom atráves de personagens inusitados, mas estranhamente reais, sem mencionar extremamente britânicos, nos deparamos com questões universais que circulam todas as famílias, não importa quais suas origens. Se de um lado tivemos um segundo episódio, “Treading the Boards”, que trabalhou com uma versão sideways e entrelinhas, temos uma aposta dupla em “The Austerity Games”, com um roteiro que tenta abarcar tudo.

Quando Tom continua a procurar objetos na caixa deixada por sua tia-avó e encontra uma camisa de famosos jogos improvisados que aconteciam na época de seu avô, ele sai novamente em busca de respostas para suas origens. Conversando com uma velha amiga de sua tia, ele descobre que o avô era, também, um boxeador com uma reputação até considerável e que sua própria tia tinha histórias sobre arremesso de pesos. Descobrindo, também, inusitadamente, que seu avô e tia tinham mais um irmão, que aparentemente anda desaparecido até hoje, a série nos entrega mais uma porta a ser aberta ao longo da trama.

O que mais surpreende nossos personagens, no entanto, é saber que Harry é, na verdade, um americano! Sim, a família Chadwick é yankee! Enquanto a notícia vêm em ondas de choque para a “força britânica” que eles achavam possuir, a série entremeia outros vários aspectos que a amarram como episódio. Bea e Monkey conseguem seu primeiro gig em um casamento grego, enquanto o próprio Tom reencontra a recentemente solteira Lucy, filha do Sr. Pfister e damos algumas risadas sinceras com um Peter atrapalhado apanhando de um garoto no ringue de pugilismo.

Entregando mais algumas cenas tocantes por apenas contar com suas naturezas simples e familiares, como a conversa de Tom com os velhinhos no clube de boxe, “The Austerity Games” nos formula talvez a pergunta mais importante da série até agora: em vez de apenas “Quem é Tom Chadwick?”, temos “Quem é Tom Chadwick e POR QUE ele recebeu uma caixa cheia de objetos antigos?”. Em uma conversa final entre Bea e Monkey, ela fala que, talvez, Tom seja o único que está indo na direção certa na vida ao tentar se encontrar através da família. A série com certeza tem potencial para isso.

4/5(****)

627

Próximo Family Tree: 01x04 – Country Life (09/06)

0 comentários: