24 de jun de 2013

Review: Family Tree, 01x06 – Civil War

627

por Caio Coletti

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

O coração de Family Tree está na forma como Christopher Guest é particularmente capaz de tirar sarcasmo e valor simbólico-emocional das mesmas situações. Veja “Civil War”, sexto episódio da primeira temporada do programa, que coloca Tom no meio de uma encenação de batalha de Guerra Civil (prática bem comum nos EUA) quando ele descobre que seu ancestral Harry Chadwick pode ter lutado para ambos os lados do conflito: quase metade do episódio se passa durante a encenação, e embora esta renda alguns dos melhores momentos cômicos de Family Tree, há certo carinho no tratamento de Guest desses personagens, patéticos de diversas formas, mas que no fim das contas estão, como nos lembra um monólogo de Tom, “remembering”.

“Civil War” também é, é claro, hilário. E não apenas nos momentos sensacionais da encenação de batalha (“Emancipate this, motherfucker!”), mas também em cenas pequenas, como o encontro fortuito de Tom com uma adorável americana, que sem dúvida trará um pouco de romance para os episódios finais da temporada. Enquanto o episódio anterior, “Welcome to America”, jogou com muito humor constrangedor para retratar o choque cultural entre Tom e seus parentes americanos (de forma mais eficiente do que “Country Life” fez com a parte rural da família), “Civil War” é uma daquelas preciosidades de Family Tree, de certa forma parecido com “The Austerity Games” na forma como mistura humor franco com a noção de que a memória é parte fundamental da nossa constituição.

Além disso tudo, temos nas periferias do episódio coadjuvantes idiossincráticos como Ed Bergley Jr, mostrando a que veio com a constante e teimosa paranóia de seu Al Chadwick, e Maria Blasucci, na pele da esposa obcecada por corujas (e indignada por ter que interpretar uma prostituta de recriação da batalha) de um dos parentes de Tom. Sem esquecer da velha preferida Nina Conti, que ultimamente tem sido confinada a uma cena por episódio (a promessa de Bea de acompanhar o irmão na América pode mudar isso, yay!) mas aproveita cada segundo para roubar a cena.

***** (5/5)

morjgm-b781130906z.120130621144503000g861ej272.2

Próximo Family Tree: 01x07 – Indians (30/06)

0 comentários: