15 de jul de 2013

O delírio culpado do Bastille no clipe de “Things We Lost in The Fire”

bastille1

por Caio Coletti

A ótima recepção do Bad Blood na Inglaterra (o álbum alcançou o #1 da parada britânica) não intimidou os moços do Bastille a criarem uma narrativa críptica e lynchiniana no novo clipe, “Things We Lost in The Fire”. E “lynchiana” é a palavra correta para a banda que tem um single (lindíssimo) chamado "Laura Palmer", em homenagem aquela que talvez seja a mais famosa das personagens de Lynch.

Estruturado fora de ordem cronológica, a melhor forma de descrever o clipe é como o delírio póstumo de um criminoso arrependido. As cenas no deserto são bem fotografadas, e o charmosíssimo Dan Smith, vocalista, tecladista e percussionista do quarteto, entrega uma atuação promissora. Cinematográfico como sempre, o Bastille segue surpreendendo.

0 comentários: