17 de ago de 2013

5 jovens atrizes que já entraram na mira do Oscar

US-OSCARS-ARRIVALSAmy Adams no Oscar 2013

Amy Adams contava com seus 31 anos quando recebeu sua primeira indicação ao Oscar. Na próxima terça-feira, 20 de Agosto, a moça que se tornou uma das nossas atrizes preferidas da sua geração completa 39 primaveras, e a gente resolveu comemorar com uma lista de cinco jovens atrizes (incluindo ela) que foram notadas pela Academia desde cedo. Vale lembrar que o Oscar é muito mais afeito a indicar veteranas como Meryl Streep, Maggie Smith e outras colegas da geração anterior as dessas mulheres. Ser notada já na faixa dos 20/30 é um privilégio para poucas, e indica que, nas próximas décadas, essas moças podem dominar a Academia.

Amy Adams

Uma das futuras grandes atrizes americanas nasceu na Itália. Com pais americanos e criada no coração do Colorado, Amy Lou Adams veio ao mundo em Vicenzo, no país europeu, a 20 de Agosto de 1974. Atuando desde 1999, a moça foi conseguir destaque em 2005, ao estrelar o drama intimista Retratos de Família, que lhe valeu a primeira de quatro indicações ao Oscar até agora. Ganhou o público quase ao mesmo tempo, como a protagonista de Encantada, e seguiu equilibrando escolhas de papéis dramáticos (Dúvida, O Mestre) com blockbusters e filmes leves como Julie & Julia e O Homem de Aço, onde encarnou a clássica personagem de Lois Lane.

As indicações: Melhor Atriz Coadjuvante por Retratos de Família (2005), Dúvida (2008), O Vencedor (2010) e O Mestre (2012).

Próximos Oscar? Amy está nos novos filmes de Spike Jonze (Her) e David Russell (American Hustle), deve estrelar como a pintora Margaret Keane na cinebiografia dirigida por Tim Burton intitulada Big Eyes, e rumores indicam que pode interpretar Janis Joplin em um projeto ainda sem data definida.

Michelle Williams

A garota de cidade pequena Michelle Ingrid Williams cresceu para virar a vilãzinha da série de TV adolescente Dawson’s Creek entre 1998 e 2003, mas quase ninguém poderia imaginar que só dois anos depois do final do seriado ela estaria entre as indicadas ao Oscar, por seu papel em O Segredo de Brokeback Mountain. Engatou um relacionamento com Heath Ledger e com ele teve um filho, que mais tarde subiria no palco da Academia para receber o prêmio de seu falecido pai. Embora muita gente ainda torça o nariz e chame a moça de insossa, Michelle conquistou os votantes da Academia, que só esperaram ela colocar as mãos em um bom papel para colocá-la na lista de novo.

As indicações: Melhor Atriz Coadjuvante por O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Melhor Atriz por Namorados Para Sempre (2010) e Sete Dias com Marilyn (2011).

Próximos Oscar? Está sob o comando de Saul Dibb (A Duquesa) como uma francesa que se apaixona por um soldado alemão na Segunda Guerra em Suite Française.

Jennifer Lawrence

A mais jovem da nossa lista é também a primeira a ter ganhado o prêmio em que concorreu. Com direito a queda nas escadas para o palco, Jennifer Shrader Lawrence, do alto de seus 23 anos, recebeu a merecidíssima estatueta de Melhor Atriz por O Lado Bom da Vida, em que interpreta o ousado papel de uma jovem viúva deprimida. A descrição não faz jus a profundidade que Lawrence empresta a personagem, e isso é testemunha do talento dessa americana que foi notada em 2010 pelo papel no drama/thriller independente Inverno da Alma. Desde então, ela cravou também a preferência do público em Jogos Vorazes e X-Men: Primeira Classe.

As indicações: Melhor Atriz por Inverno da Alma (2010) e O Lado Bom da Vida (2012).

Próximos Oscar? Mesmo ocupadíssima com as continuações de Jogos Vorazes, JLaw encontrou tempo para ser musa de Susanne Bier (In a Better World) em Serena e retornar ao comando de David Russell em American Hustle.

Anne Hathaway

Em seu discurso de agradecimento pelo Oscar por Os Miseráveis, Anne Jacqueline Hathaway agradeceu a sua concorrente na categoria, Sally Field, por ser um exemplo perfeito de como fugir do “type casting”, a mania de Hollywood de escalar atrizes que fizeram sucesso em um tipo de papel repetidamente da mesma forma. Muito oportuno para a atriz que começou na comédia da Disney O Diário da Princesa e cresceu para se tornar a Fantine gigantesca da versão de Tom Hooper para o clássico do teatro musical, em uma rendição de “I Dreamed a Dream” arrepiante e crua. Queridinha de Hollywood por continuar fazendo blockbusters como o último Batman, Anne já provou ser brilhante.

As indicações: Melhor Atriz por O Casamento de Rachel (2008) e Melhor Atriz Coadjuvante por Os Miseráveis (2012).

Próximos Oscar? Anne se aventura pelo independente de novo com Song One, estreia em longa-metragem da diretora Kate Barker-Froyland, fazendo par com o músico Johnny Flynn, na pele de uma arqueóloga que se apaixona pelo cantor favorito do irmão.

Jessica Chastain

Robin Williams leva o crédito por essa: o ator vencedor do Oscar por Gênio Indomável apostou na californiana Jessica Michelle Chastain quando a moça ainda era estudante da prestigiada Julliard, pagando para a protegida uma bolsa de estudos. O resultado veio em 2008, quando ela estreou no cinema no independente e ótimo Jolene, e depois em 2011, ano em que a novata invadiu Hollywood de assalto, em produções diversas como O Abrigo, Árvore da Vida e Histórias Cruzadas. 2012 foi ainda melhor, com o sucesso do terror Mama e a segunda lembrança da Academia por A Hora Mais Escura. Só está faltando mesmo ter a estatueta nas mãos.

As indicações: Melhor Atriz Coadjuvante por Histórias Cruzadas (2011), Melhor Atriz por A Hora Mais Escura (2012).

Próximos Oscar? Ela é a personagem título de The Disappearance of Eleanor Rigby, história de um casal que será contada em dois filmes (um do ponto de vista dela, outro do de James McAvoy). Também está em Miss Julie, dirigido por Liv Ullman.

Caio

1 comentários:

Anônimo disse...

Cadê a Kate Winslet????????????