20 de ago de 2013

Review: The Newsroom, 02x06 – One Step Too Many

The-Newsroom-One-Step-Too-Many-Thomas-Sadoski-John-Gallagher-Jr.-Olivia-Munn-Sam-Waterston-Alison-Pill-Hamish-Linklater-Emily-Mortimer-and-Dev-Patel3jt

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

A ambiguidade política e moral que The Newsroom vem desenhando nessa sua segunda temporada é um tapa na cara de quem acusou a série de ser “maniqueista” em seu primeiro ano. A infalibilidade dos personagens que compõem a equipe do News Night está sendo mais do que questionada com a história principal da temporada, a descoberta e cobertura jornalistica lenta e cuidadosa da polêmica Operação Genoa, uma manobra militar americana que teoricamente teria usado armas químicas contra civis árabes. O lado político dessa área cinzenta da série fica mais claro nesse sexto de nove episódios da temporada, “One Step Too Many”, que restrata o ponto fundamental que levou a ACN a reportar a história que, como Charlie confessa à advogada Rebecca Halliday, acabou se revelando falsa.

Pois veja bem: o personagem de Hamish Linklater, o produtor Jerry Dantana, em certo momento do episódio, toca a ferida de Mackenzie e dos outros envolvidos com a apuração final de Genoa ao dizer que eles não estão dispostos a colocá-la no ar por um favoritismo estendido à administração Obama. E The Newsroom finalmente resolve bater forte no outro lado da política americana pela primeira vez. Não que as críticas de Will ao partido republicano tenham sido aliviadas, mas dessa vez, como se estivesse fazendo jornalismo de verdade ao invés de escrever ficção (e, em certa medida, está), Aaron Sorkin se coloca em uma posição questionadora não só de um dos lados da contenda, mas de ambos. E nessa ambiguidade política encontra a afirmação de que o jornalismo deve se postar como examinador detalhista dos erros da política mesmo quando é claramente a favor daquele que os comete.

Como peça de drama televisivo, “One Step Too Many” segue com a lição aprendida com o episódio anterior, “News Night with Will McAvoy”, e aprende a se levar mais a sério. As tramas pessoais dos personagens são levadas com mais complexidade e gravidade por Sorkin, sem se furtar de diálogos engraçados para manter o episódio como bom entretenimento. A habilidade de Sorkin com as palavras continua hipnotizante, mas agora serve a uma galeria de personagens mais substanciais e com problemas de verdade. Bons exemplos são as formas como duplas como Will & Sloan, Mackenzie & Don e Jim & Neal funcionam bem quando o roteiro os separa em pares em uma noite de fim-de-semana.

Ainda melhor é ver na trama envolvendo Will e a Nina Howard de Hope Davis que mesmo com tantas mudanças positivas a série não abandonou a sua premissa mais central, que envolve uma equipe de jornalistas tentando fazer o que sabem melhor, da melhor forma possível. Casar isso com as complexidades políticas e morais da própria atividade jornalística é um tiro certeiríssimo de The Newsroom.

***** (5/5)

willglove

Próximo The Newsroom: 02x07 – Red Team III (25/08)

0 comentários: