5 de set de 2013

Katy Perry vira a rainha da selva no inspirado clipe de “Roar”

tumblr_mr849mYHeo1qh96tgo1_r1_1280

por Caio Coletti

Apesar do lançamento polêmico e da comparação (*cof cof* justificadíssima *cof cof*) com “Brave”, da Sara Bareilles, o single “Roar” aos poucos vem se tornando uma fase triunfante para a carreira de Katy Perry. Comercialmente, a canção conquistou os EUA de assalto, chegando ao topo de Billboard Hot 100 nessa semana. Acontece que, artisticamente, a escolha do single também não poderia ser melhor: a performance descontraída no VMA mostrou que Katy ainda sabe entreter sem muita pretensão, e o clipe lançado hoje (05) segue esse mesmo caminho.

Ou quase isso: com 4 minutos e meio de duração e uma quantidade respeitável de efeitos visuais muitíssimo bem produzidos, o vídeo se inspirou nos serials de TV dos anos 30, que muito frequentemente tinham o rei da selva Tarzan como protagonista. Emprestou a identidade visual dos pôsteres e o clima camp, que sempre caiu bem à Katy. Adicionou uma boa dose de comédia e saiu-se com um clipe solidamente divertido nas suas brincadeiras visuais. É refrescante ver Katy se divertindo tanto quanto em “Roar”.

CRÍTICA COMPLETA

Katy Perry e seu rugido poderoso em novo clipe

Saiu o tão aguardado clipe de “Roar”, primeiro single do novo álbum de Katy Perry, o Prism. O vídeo, dirigido por Grady Hall, traz uma atmosfera bem “desenho/animação” em alguns momentos, é bem humorado e conta a história de Katy depois de sofrer um acidente de avião em uma floresta. Aos poucos a cantora vai se acostumando com o local e acaba se tornando meio que uma rainha da selva, seu reinado só não é completo porque o tigre feroz ainda não se curvou à sua majestade.

Muitos dos internautas fizeram uma conexão com Tarzan e de fato lembra, mas se pararmos para olhar bem o clipe tem outras referências televisivas que podem ser feitas, além-claro desta do rei da selva (até mesmo com George - O Rei da Floresta, que é uma sátira ao próprio Tarzan). Além disso, houveram algumas piadinhas do gênero “nossa só consigo lembrar de É o Tchan na Selva” ou alguém cantarolando “you gonna hear me ÔH UÔ UÔ UÔ UÔ UÔ ÔH e olha o grito da Tarzan”.

Mas não há como assistir o clipe e não ver elementos de Mogli - O Menino Lobo, o principal deles claro: a rivalidade entre o menino e Shere Khan, o tigre. Katy aparece conquistando todos os animais (macacos, elefantes, araras, etc.), mas o tão temido tigre demora a se render aos poderes da morena, pelo menos até que ela dê seu poderoso rugido, mostrando para ele quem manda na selva (ROAR!!)

O curioso é que pelo jeito o rugido de Katy Perry não a colocou só no trono da selva não (rs): a morena destronou Robin Thicke e seu single “Blurred Lines do 1° lugar no Hot 100 da Billboard (posto que o alvo do twerk de Miley Cyrus ocupou por 12 semanas).

É minha gente! E vocês também se curvaram ao “Roar” de Katy Perry depois do clipe?

Thiago

0 comentários: