5 de out de 2013

Review: Sleepy Hollow, 01x03 – For The Triumph of Evil…

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

Seguindo o padrão atual de séries com um número menor de episódios por temporada – 13 ao invés dos longos 22 –, Sleepy Hollow não perde tempo com longas voltas no roteiro e episódios avulsos, os famosos fillers. Mesmo assim, e isso é importante, ela consegue cada vez mais agregar sua mitologia e o passado de seus personagens ao bom e antigo “caso da semana”. Com um tempo menor para contar sua história, associações como essa são importantes para deixar os telespectadores alertas e ansiosos para um próximo passo que a série pode dar.

No terceiro episódio de sua primeira temporada – e que episódio! –, Sleepy Hollow nos entrega um assustador “caso da semana”, abusando de efeitos especiais e da mistura de mitologias. Enquanto as pessoas envolvidas na investigação do desaparecimento de Abbie e sua irmã Jenny tempos atrás, quando avistaram o demônio branco na floresta, começam a apresentar um misterioso estado de possessão/sonambulismo, Abbie se dá conta de que uma viagem ao passado é inevitável. De morte em morte, Ichabod vai reconhecendo os sinais de um demônio do sono comum em lendas dos indígenas norte-americanos: uma das interpretações do famoso Sandman.

Ao perceber que a própria Abbie é a próxima na lista do demônio – este está atrás de todas as pessoas que mentiram sobre não acreditarem no avistamento no mostro sem rosto pelas garotas Mills –, Ichabod tenta encontrar uma solução nas antigas tradições Mohawk. Perdidos em um assustador mundo de sonhos, Abbie tem que enfrentar seu passado quando traiu a irmã e negou a existência de algo sobrenatural.

O ponto alto do episódio, no entanto, com certeza foi a caracterização do demônio Sandman. Simples, mas horrivelmente sinistro, a entidade apresentava areia escorrendo pelo corpo, rosto cadavérico e com fendas escuras no lugar dos olhos. Sleepy Hollow não se preocupa com o gasto de efeitos especiais, já deu pra perceber. Em um episódio de grande enfoque na sargento Mills, outros personagens – como Katrina e o próprio Cavaleiro – foram deixados de lado. Enquanto a mitologia da série avança perfeitamente, os personagens secundários são um pouco deixados no canto, mas nada que um episódio mais abrangente não resolva. E a série tem de tudo pra resolver e melhorar.

**** (4/5)

Sleepy-Hollow-Season-1-Episode-3-For-the-Triumph-of-Evil-600x433

Próximo Sleepy Hollow: 01x04 – The Lesser Key of Solomon (07/10)

Andreas

0 comentários: