30 de jan de 2014

Review: Mom, 01x15 – Fireballs and Bullet Holes

104391_wb_0895b

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

por Caio Coletti

Na semana passada, Mom atingiu um de seus pontos altos em termos de sutileza emocional ao colocar uma cena quietamente melancólica para marcar o reencontro de Christy com seu pai, personagem de Kevin Pollak. A moça, que nunca havia conhecido seu progenitor, ao ver uma foto de família pendurada nas paredes do escritório dele, não teve coragem de se abrir. “Fireballs and Bullet Holes” coloca essa escolha em perspectiva ao fazer de Alvin, o tal pai de Christy, uma parte integrante da roda de personagens de Mom. O que poderia ter soado como uma decisão simplesmente confortável ganha um pouco mais de pathos nas mãos dos roteiristas, mas o episódio não consegue evitar estar um degrau abaixo de seu antecessor.

Parte desse pathos vem do fato que Christy parece ser repetidamente rejeitada pelo pai que ela idealizou por mais de três décadas. Seja na cena inicial em que Alvin se recusa a fazer parte da vida da filha, seja em momentos subsequentes em que ele se mostra reservado de outras formas, essas pequenas rejeições são parte constituinte do personagem de Christy, e dão a Anna Faris a oportunidade única de desfilar talento. Especialmente nas primeiras cenas do episódio, a atriz brilha com aquele tipo de raiva prestes a explodir que marcou sua performance na série.

Muita da força de “Fireballs and Bullet Holes”, um episódio mais preocupado com narrativa (e sem subplots) que alguns dos anteriores, vem das performances, mas isso não é novidade para Mom. Mimi Kennedy está de volta como Marjorie, Allison Janney tem um momento de puro brilhantismo na cena em que confronta Alvin, Faris arquiva seu melhor episódio até agora, e Kevin Pollak entra bem no ritmo da série, fazendo o melhor que pode com o texto. “Fireballs and Bullet Holes” não toma as melhores decisões que poderia para o longo prazo da série, mas se sustenta razoavelmente bem apoiando-se no terreno construído por seus predecessores.

Observações adicionais:

- “What kind of a man abandons his newborn baby on Christmas Eve?” “Well, in my defense, God did that to Jesus”

- A piada recorrente do garçom se afastando da mesa de Bonnie é hilária.

✮✮✮ (3/5)

scnet_mom1x15_092

Próximo Mom: 01x16 – Nietzsche and a Beer Run (03/02)

0 comentários: