30 de set de 2014

The Blacklist 2x02: Monarch Douglas Bank

blacklist

.ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

por Caio Coletti

“Monarch Douglas Bank” traz de volta um aspecto de The Blacklist que sempre foi um pouco delicado demais para a abordagem dos roteiristas que comandam a série. Há muito o que se elogiar na condução que esse time faz a trama de Red e Liz, mas falta sutileza e uma visão mais clara e bem informada, ainda, para discutir corrupção corporativa, ética criminal e outros limites morais espinhosos. A segunda entrada da temporada entra nessa perigosa área conhecendo um pouco mais seus limites, mas não escapa de ser um pouco estabanada na forma como inverte os valores e bem e mal, e deixa pouco ou nenhum espaço para a ambiguidade. Muitos interesses estão envolvidos no jogo entre Red, Berlin, o FBI e o tal banco do título, e talvez The Blacklist ainda não esteja completamente equipada para lidar com essa complexidade. Como elo de trama e narrativa emocional, no entanto, a série continua funcionando muito melhor do que na primeira temporada.

Sem um vilão corpóreo para preencher o episódio com uma história de origem, o roteiro assinado por Kristen Reidel (Nikita), Amanda Kate Shuman (“General Ludd”, o 1x08) e Daniel Knauf (Carnivále) tem tempo de sobra para explorar essa nova e maravilhosa face de The Blacklist em que várias subtramas se desenvolvem ao mesmo tempo. Demorou uma temporada inteira, mas a série aprendeu a lidar com esse esquema, que não só dá ao espectador uma noção mais clara de plotline para a temporada, como também torna os episódios muito mais dinâmicos e interessantes. Quem agradece mais é o diretor Paul Edwards, um dos mais talentosos e elegantes em atividade na TV americana, que já havia assinado “The Pavlovich Brothers” (1x19) na primeira temporada mas retorna com muito mais estilo e dinamismo para dar ritmo e identidade visual a “Monarch Douglas Bank”.

O banco do título é uma multinacional que lava dinheiro e protege bens de organizações criminosas do mundo inteiro – e está em um momento de singular vulnerabilidade após sofrer o primeiro grande assalto de sua história, em uma filial na Polônia. Nossos agentes do FBI são mandados para lá imediatamente, o que leva a uma série de cenas bacanas explorando o novo cenário, mas é impossível notar que “Monarch Douglas Bank” é um episódio em que Red toma controle do que está acontecendo, o que significa que Liz, Ressler e cia precisam parecer um pouco menos sagazes do que é estritamente necessário. Os roteiristas criam espertas histórias pessoais para esses personagens, e deixam o personagem de James Spader comandar o show, conectando todas as pontas soltas e amarrando numa narrativa bem redondinha.

Embora vejamos o final do breve sequestro da ex-esposa de Red (esperamos que isso não seja um adeus à Mary-Louise Parker!), a subtrama envolvendo Berlin precisa continuar a correr por todos os episódios da temporada, se The Blacklist tem a mínima noção do que é bom pra si mesma. Ter Peter Stormare em cena e uma narrativa que conduz todas as tramas da semana são um dos muitos benefícios que a inclusão do vilão traz, especialmente em um episódio em que vemos Spader e Stormare contracenando pela primeira vez. A cena, que não consegue evitar ser pelo menos dez vezes mais empolgante que o resto do episódio, sublinha com tanta contundências as diferenças entre Red e Berlin que o prazer de ver esses dois atores construindo personagens completamente diversos, mas igualmente poderosos, é exponencialmente ampliado.

The Blacklist colocou muitas coisas em movimento com o seu episódio de estreia da temporada (review aqui), e tem o desafio de manter essa trajetória vitoriosa até o final de árduas 23 semanas no ar. Embora tropece previsivelmente no simplismo quando tenta questionar o poder e as leis das grandes instituições, “Monarch Douglas Bank” ainda é uma peça bem modelada desse processo de construção da temporada, e isso é mais do que o bastante.

✰✰✰✰ (4/5)

THE BLACKLIST -- "Monarch Douglas Bank" Episode 202 -- Pictured: (l-r) Diego Klattenhoff as Donald Ressler, Megan Boone as Elizabeth Keen -- (Photo by: Virginia Sherwood/NBC)

Próximo The Blacklist: 2x03 – Dr. James Covington (06/10)
Próximo review: 2x06 (27/10)

0 comentários: