16 de out de 2014

Gotham 1x04: Arkham

gotham-arkham-asylum-jpg

ATENÇÃO: estre review contem spoilers!

por Caio Coletti

Na semana passada, Gotham provou que entendia o espírito moral e emocional de uma história do Batman, mergulhando fundo na corrupção de metrópole fictícia e mostrando o dilema da lei vs a justiça pelas próprias mãos (para uma análise mais detalhada, vem ler nosso review). Em “Arkham”, a série chega ao quarto episódio indicando que entende também os caminhos pelos quais precisa passar para se tornar o retrato compreensivo e adequado da construção da Gotham City que conhecemos. Um próximo passo lógico depois da rápida “espiada” que tivemos no capítulo passado, grande parte de “Arkham” é sobre política, e é bacana assistir uma série de TV aberta que conhece as limitações do seu formato, mas não abre mão de apresentar um olhar interessante sobre o assunto.

A trama se aprofunda na disputa entre as famílias criminosas Maroni e Falcone pela soberania do crime em Gotham, passando por uma votação de lei que definirá o destino do distrito de Arkham, onde se localiza o famoso hospício da cidade. Cada um dos lados dessa guerra fria de gangues está por trás de uma proposta diferente para a administração do local, e quando alguns políticos da cidade começam a aparecer mortos, a presunção lógica é que Sal Maroni e Carmine Falcone estão eliminando os apoiadores de seus adversários no conselho da cidade. O roteiro assinado por Ken Woodruff (The Mentalist) é esperto no sentido que sabe mastigar as informações para o seu público – mesmo que você saiba bastante de política, você quer mesmo empregar seu intelecto capaz de entender House of Cards em um episódio de Gotham? –, mas não perde a complexidade e o viés moral pelo caminho. “Arkham” é indulgente com o seu espectador, mas não o subestima.

A resolução do conflito passa, é claro, pela perseguição ao caçador de recompensas que trabalha para ambos os chefões do crime (o “vilão da semana” interpretado por Hakeem Kae-Kazim, conhecido dos fãs de Black Sails), e isso rende pelo menos uma cena de ação bem coreografada, em que o assassino e o nosso Detetive Gordon se enfrentam na residência do prefeito. “Arkham” é um episódio de imersão na storyline maior que Gotham pretende contar, e isso significa que o protagonista Ben McKenzie tem menos momentos para brilhar. A sub-trama romântica envolvendo Gordon e a esposa funciona porque ambos os atores estão investidos na relação entre seus personagens, e porque o dilema vem de um elemento trabalhado nos episódios anteriores: a culpa que assombra o detetive pelo envolvimento no suposto assassinato de Oswald.

O episódio faz um bom trabalho de “manter todas as bolas no ar”, como dizem os americanos. Temos momentos rápidos de Bruce e Alfred que assinalam o quanto Gotham tem domínio dos pequenos avanços que faz nas tramas de origem individuais; Fish Mooney volta a ser marginalmente relevante para a trama (e provavelmente vai evoluir para ser a whole huge deal até o final da temporada), e isso faz muito bem à atuação de Jada Pinkett Smith; e o jovem Robin Lord Taylor continua brilhando com uma interpretação que é o espírito e a força motriz da série, se esgueirando pelos cantos para colocar as engrenagens em movimento. Gotham tem um elenco extenso e fascinante de personagens, e são raras as vezes em que não sabe lidar com eles à contento.

Violenta, com o espírito ultra-dramático sob controle, e uma visão bem clara sobre a história que está contando, Gotham continua sendo, com muitos méritos, a melhor estreia da temporada americana até agora.

Observações adicionais:

- Para não dizer que tudo são flores em Gotham, o uso de Ed Nygma, o futuro Charada, como um perito trabalhando para a polícia está colocando o personagem em uma situação complicada, em que as constantes “pontas” nos episódios o transformam em uma caricatura, da qual será difícil sair no futuro, se a série resolver apostar nele.

✰✰✰✰✰ (4,5/5)

GOTHAM: James Gordon (Ben McKenzie, L) and Barbara Kean (Erin Richards, R) have a fight in the "Arkham" episode of GOTHAM airing Monday, Oct. 13 (8:00-9:00 PM ET/PT) on FOX. ©2014 Fox Broadcasting Co. Cr: Jessica Miglio/FOX

Próximo Gotham: 1x05 – Viper (20/10)

0 comentários: