26 de fev de 2015

Gotham 1x17: Red Hood

7377a83bf3bf4bcdcba9f19aa37e42ab

ATENÇÃO: esse review contem spoilers!

por Caio Coletti

De uma forma meio torta, “Red Hood” é exatamente o que eu pedi de Gotham no final do meu último review: um retorno aos intricados funcionamentos da metrópole do título, à análise profunda das grandes extensões às quais a corrupção chega dentro das instituições desse lugar, e dos efeitos que essa corrupção provoca na mente e no comportamento de cada um dos personagens. A gangue do capuz vermelho retratada aqui é pouco mais do que um grupo de oportunistas que, graças ao carisma e “faro publicitário” de um membro, se torna uma espécie de lenda urbana na cidade ao roubar bancos e distribuir uma pequena quantia do dinheiro para cidadão nas ruas. Gotham observa a forma como os integrantes da gangue se apunhalam pelas costas por motivos obviamente egoístas e regozija no prazer cínico de desmontar as noções de moralidade do espectador mais uma vez.

O mais bacana dessa parte do episódio é que a ceninha final de “Red Hood” estabelece esses surtos de violência que viemos acompanhando na série como o começo de um ciclo vicioso que vai assombrar a metrópole por muito tempo, ainda. O garotinho que pega o capuz vermelho da calçada e vê os policiais como inimigos não é só mais um potencial Coringa, como principalmente um simbolismo muito forte sobre a forma como a inversão moral de bem e mal é arraigada dentro da mentalidade de Gotham, e como o ambiente virulento desse cenário causa consequências a perder de vista. Isso tudo mesmo que mais uma vez os mecanismos de procedural pareçam pouco mais do que uma distração desnecessária, com Gotham se afastando ainda mais da construção dos personagens de Jim e Harvey (pobre Ben McKenzie!) e também da trama e das intrigas que ocorrem dentro da delegacia.

As muitas subtramas também fazem trabalhos interessantes no episódio: Fish se encontra com o administrador da tal prisão em que foi jogada, e o diálogo entre os dois parece não ser um dos momentos mais inspirados da série até que um ato da ex-mafiosa vira o jogo de cabeça para baixo, como é do feitio dela fazer; Pinguim recebe a ajuda de Butch, nem tão lesado mentalmente quanto pareceu no episódio anterior (o que é uma pena, porque Drew Powell ia se divertir muito com um papel como aquele), para começar a virar o jogo em seu nightclub até agora fracassado; Barbara, Cat e Ivy passam por um momento de identificação feminina, com a dinâmica entre Camren Bicondova e Erin Richards funcionando melhor no papel do que na prática; e Bruce e Alfred recebem a visita de um antigo colega militar do mordomo, que chega para introduzir mais visceralidade masculina no “treinamento” (e amadurecimento) de Bruce, mas tem motivos secundários misteriosos.

Como um todo, o episódio funciona bastante bem. A direção de Danny Cannon e Nathan Hope não parece ser tão acertada (o que é uma surpresa, visto que Cannon tem larga experiência na TV e Hope é um diretor de fotografia consagrado), como evidenciam algumas encenações pouco naturais – ou melhor, no tom errado de pulp. O humor do episódio, em geral, também não atinge a marca certa, recorrendo a artifícios baratos, incluindo uma testemunha asiática interesseira (?) e desequilibrando ainda mais a balança de gêneros de Gotham, que nunca foi muito correta. “Red Hood” não perde seu ponto de vista, no entanto, realizando mais uma bela reflexão sobre justiça em Gotham City, e fazendo sutis desenvolvimentos em alguns dos personagens que conhecemos do cânone Batman.

Notinhas adicionais:

  • Sobre aquele comentário do “mais um potencial Coringa”: lá no começo da divulgação da série, o criador Bruno Heller falou sobre dar várias indicações e possíveis histórias para a origem do maior nêmesis do Batman, e logo depois de “The Blind Fortune Teller” o mesmo Heller disse que o personagem interpretado por Cameron Monaghan, apesar de estar, sim, conectado às origens do Coringa, não é necessariamente o homem que vai se tornar o vilão.

✰✰✰✰ (4/5)

GOTHAM:  Alfred's friend Reggie (guest star David O'Hara, L) helps Bruce (David Mazouz, R) with his fight training in the "Red Hood" episode of GOTHAM airing Monday, Feb. 23 (8:00-9:00 PM ET/PT) on FOX.  ©2015 Fox Broadcasting Co.  Cr:  Jessica Miglio/FOX

Próximo Gotham: 1x18 – Everyone Has a Cobblepot (02/03)

0 comentários: